Vender mais em meio à crise depende de nossa capacidade de se reinventar

Imagem que mostra formas online de vender mais.

A crise gerada pela pandemia do novo coronavírus está indo além da saúde, impactando todas as áreas da vida em sociedade. Sendo o cenário econômico um dos mais afetados por conta das recomendações de distanciamento social (que são essenciais para proteger a população). Por esse motivo, o vender mais, que já era um desafio para os empreendedores, passou a ser algo mais complicado ainda, principalmente por conta da suspensão de parte das atividades comerciais.

De acordo com pesquisa divulgada pelo Sebrae, 89% dos pequenos negócios já apresentaram queda de faturamento por conta do isolamento. A pesquisa foi realizada em março de 2020 e ouviu mais de 9 mil empreendedores. Desse número, 36% deles afirmam precisar fechar a empresa permanentemente em um mês, caso as restrições permaneçam por mais tempo.

Vender mais depende da sua capacidade de se reinventar

A internet tem sido uma saída valiosa para quem precisa vender mais nesse período, para manter o negócio sustentável. Segundo pesquisas de marketing, termos como “perto de mim” e “perto daqui” tiveram aumento no volume de pesquisa no Google nos meses de março e abril.

Por esse motivo é essencial estar junto dos clientes identificando suas necessidades, descobrindo onde seu produto/serviço pode ser útil, revendo as novas estratégias e formas de oferecê-lo ao mercado (atendimento online, delivery etc).

Plano de ação deve ser feito em longo prazo

Independentemente de qual for a ação a ser tomada pelo seu negócio, é essencial pensar em longo prazo. Uma vez que, mesmo com o fim do isolamento, as pessoas não voltarão a circular imediatamente.

Por isso é essencial se estruturar para os atendimentos online, delivery, personalização de serviço para um longo período.

Invista nas redes sociais para divulgar seu negócio, intensifique o treinamento de vendas para a sua equipe, estruture sua logística, implemente uma gestão estratégica de forma que estejam 200% preparados para lidar com os clientes nesse formato.

Um ponto crucial nesse aspecto é a capacidade de adaptação da empresa e dos seus colaboradores a esse novo momento. Sabemos o quanto é complicado passar por mudanças na estrutura de atendimento (por exemplo, de visitas presenciais para vendas 100% online), principalmente quando a circunstância nos obriga a mudar a forma de trabalho, rapidamente, com o risco de fechamento do negócio, caso a gente não consiga se acostumar. Mas nesse processo, ganha quem tiver melhor capacidade de se adaptar com criatividade ao novo momento.

A evolução das ações em meio à pandemia

É importante salientar que toda crise traz consigo três estágios de ação:

Emergencial – onde o empresário responde aos problemas surgidos na crise, tomando as providências cabíveis para proteger seu negócio e os seus clientes.

Gestão da crise – aqui o empresário implementa soluções para conter a crise, revê questões contábeis e comerciais, estabelece novos serviços (atendimento online/delivery).

Reflexão estratégica – aqui o empresário analisa tudo o que foi feito (mesmo em meio à crise, analisar é essencial). Aqui vemos quais foram os lucros e os prejuízos e, principalmente, analisamos como aproveitar as novas oportunidades. É importante se questionar se vale a pena continuar com aquele serviço aplicado durante o isolamento, como o delivery, por exemplo.

Como a cultura da solução pode nos ajudar?

Diante dos passos colocados acima, podemos usar a cultura de solução para potencializá-los e vender mais no meio da crise.

Passo 1 – Identificação

Aqui identificamos, como o nome sugere, o problema, observamos e analisamos as suas causas. No caso da crise pelo COVID-19 é tudo muito óbvio, então já é possível trabalhar as causas com muita criatividade.

Passo 2 – Plano de Ação
Aqui o empresário precisa ser muito resiliente e estratégico, pois após identificar os problemas, precisa colocar as soluções em prática, analisando e verificando a eficácia das ações. E também precisa ser muito honesto de admitir quando uma solução não está surtindo efeito.

Passo 3 – Cultura da Solução
Após identificar os problemas e a eficácia das soluções, é preciso integrar essa novidade no seu negócio, incluindo-a na cultura da empresa.

Tenha ajuda para vender mais com a IAN Vendas Estratégicas

Se a sua dificuldade é vender mais, conte com a IAN Vendas Estratégias e leve para a sua empresa, a experiência de mais de 31 anos no segmento de vendas. Clique aqui e fale conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *