Gestão a distância: 4 dicas para manter a produtividade da equipe em home office

Profissional trabalhando com gestão a distância

A pandemia provocada pelo COVID-19 fez com que algumas empresas intensificassem o regime de trabalho home office e outras, que nunca tiveram contato com esse tipo de trabalho, tiveram que se adequar e fazer com que os gestores se acostumassem com a gestão a distância.

Porém, esse é um modelo de trabalho que exige muito autocontrole, pois não é todo mundo que consegue. As distrações trabalhando em casa podem ser muitas e, com isso, prejudicar o rendimento. Apenas para citar algumas dificuldades, temos:

Diminuição da coordenação entre os profissionais – que faz com que a capacidade de trabalhar em equipe e dar respostas rápidas seja afetada;

Perda de propósito – que está intimamente ligada com o isolamento e o impacto do trabalho perante os clientes e até mesmo dos colegas de time.

Diminuição do potencial de desenvolvimento – uma vez que os colaboradores estão distante de colegas que possam ensinar algo e agregar conhecimento.

Queda do ritmo de trabalho – pois o ambiente residencial é repleto de distrações como a televisão, trabalho doméstico e até mesmo os familiares.

Pensando nisso, neste post trouxemos quatro dicas para garantir entregas de qualidade durante esse período de gestão de equipes a distância

Fale abertamente sobre motivação

Você, Líder, já perguntou abertamente para a sua equipe sobre a motivação deles no home office? O que pode ser feito para que ela aumente e quais são as causas da queda de produtividade?

Por mais que as horas de trabalho e o nível de estresse tenham aumentado, dedique um pouco da sua atenção aos liderados. Faça reuniões online e leve esse tema, deixando sempre muito claro quais são as prioridades. Coloque-se no lugar deles e exponha algumas vulnerabilidades (de forma dosada), para que eles se “sintam em casa”, para falar com você.

Outro ponto essencial: relembre e reintegre seus colaboradores com os valores da empresa sempre, principalmente em momentos de desmotivação.

Gere ações práticas a partir das conversas

Mais do que falar e ouvir sobre motivação, tente guiar o assunto para estratégias de gerenciamento de ações. Você pode trabalhar uma rotina com os liderados personalizada, de acordo com a dinâmica de horários deles. Ou você pode adotar uma nova ferramenta, melhor e mais ágil, ofertar algum equipamento que facilite a entrega para ele.


Resumindo: identifique as dificuldades e trabalhe soluções práticas para eles.

Na gestão a distância, quebre as hierarquias e burocracias

No trabalho presencial, alguns planos, processos e regras precisam ser executados e isso não tem discussão. Porém, no home office, algumas burocracias podem comprometer a agilidade.

Um exemplo simples: um colaborador que precisa de uma aprovação dinâmica de seu superior para seguir com seu trabalho, pode ficar desmotivado se essa aprovação demorar a chegar ou simplesmente nunca chegar.

Então, esse é o momento de repensar se certos processos fazem sentido dentro do contexto de trabalho à distância e refletir se é possível que o colaborador exercite sua autonomia com o trabalho.

O feedback é REI


No teletrabalho, o feedback é crucial para o sucesso da equipe, criando um ambiente de colaboração, transparência e segurança a todos os envolvidos. Identifique características específicas e vulnerabilidades de cada membro da sua equipe para dar feedbacks claros e objetivos, garantindo motivação profissional e pessoal para cada um deles.

Para quem é membro de uma equipe, sem ser de liderança, alguns pontos são importantes para que você melhore o seu desempenho.


Escolha um ambiente que contribua com seu desempenho: não precisa ser um escritório perfeito. Um ambiente claro, sem interferências externas e confortável já irá te garantir um melhor resultado e mais motivação.

Mantenha o networking à distância: converse diariamente com outros membros da sua equipe e liderança para se manter por dentro das demandas e até ter outros insights para aquilo que está fazendo.

Tenha metas diárias e semanais de trabalho: o maior vilão de quem trabalha em home office são as distrações do ambiente doméstico. Por isso, trace metas e mantenha o foco para conquistá-las, sempre organizando diariamente sua agenda.

Organize as suas atividades todas as atividades que envolvem o processo de vendas precisam ser mantidas, principalmente em um momento como esse, em que o cliente necessita de atenção dobrada. Dessa forma, se você precisa manter contato constante com os prospects, proporcionar atendimento aos clientes da sua carteira e dar retorno de demandas, traga esse cronograma mesmo no home office.


Defina um horário de trabalho: mantenha ao máximo seu horário de expediente normal, para não misturar rotina doméstica com compromissos profissionais.

Sucesso na gestão à distância é com a IAN Vendas Estratégicas

Se você é gestor e está com dificuldades de gerir a sua equipe, ou se você trabalha com vendas e sente que está deixando a desejar com a produtividade e estratégias, conte com a IAN para te ajudar. Clique aqui e fale com a gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *